Um dos pratos mais apreciados pelos portugueses e indispensável para quem visitar a terrinha, o bacalhau à lagareiro não é difícil de ser feito.

Variante do famoso polvo à lagareiro, esse peixe tem como base o tradicional bacalhau. O prato está presente, inclusive, na maioria dos restaurantes portugueses, com leves variações de preparo.

Basicamente, o bacalhau à lagareiro consiste no peixe com cebola e batata, banhados em azeite.



Origem do bacalhau à lagareiro



O bacalhau à lagareiro teve início, pelo que se acredita, nas beiras (Beira Alta e Beira Baixa). Rico em olivais, o local recebia diversas caldeiras, onde os locais cozinhavam o bacalhau com bastante azeite.

O termo “lagareiro”, segundos pesquisadores, indica a designação de um prato que, junto com alho e cebola, azeite e batata, é assado no forno. Há, no entanto, variações desse bacalhau na brasa.

Como preparar o bacalhau à lagareiro com batatas a murro



Esse bacalhau tem foco no azeite, como falamos acima. Por isso, é fundamental ter um bom em casa e caprichar na dose.

Para cada quilo de bacalhau, a dose de azeite deve ser em torno de uma xícara de chá.

Para iniciar o preparo dessa delícia, comece pela batata, que deve ser cozida na panela em água fervente por cerca de cinco minutos.

Enquanto isso acontece, coloque as postas de bacalhau dessalgado em uma travessa e junte alho, regando tudo com azeite. O ideal é que o peixe fique bem amarelado, por isso, capriche na dose.

Assim que o cozimento das batatas acabar e elas estiverem mais molinhas, junte-as à travessa onde está o peixe, o azeite e o alho.

Coloque tudo no forno e deixe assar a 200 graus por 30 minutos. No meio desse processo, utilize o azeite que está no fundo da travessa para regar o peixe com uma colher.

Depois dessa meia hora, coloque cebola cortada em tiras em cima do bacalhau e volte a regar tudo com azeite. Retorne tudo ao forno e deixe assar por mais 15 minutos.

Ler mais notícias