ginjinha

A ginjinha portuguesa, bebida típica, foi criada por um espanhol, a conselho de um frade da Igreja de Santo Antônio. A ideia dele era levar as ginjas (cerejinhas vermelhas) para fermentar em aguardente com açúcar, água e canela.

Amplamente conhecida em Portugal e indispensável a quem visitar a terrinha, a Ginjinha é bastante consumida em um copinho de chocolate, mas há outras formas de tomar a bebida, também servida como aperitivo.

ginjinha Portugal

Como tomar a ginjinha portuguesa



Existem diversas lojas de ginjinha espalhadas por Portugal. No balcão, o cliente pede a bebida e o atendente pergunta: com ou sem ginja?

Isso porque ginja é a cerejinha já curtida pelo álcool. Você a come e joga o caroço fora, geralmente comendo o copinho de chocolate quando a bebida acabar.

A ginjinha é, basicamente, feita de açúcar, ginja, aguardente e canela em pau. Entretanto, seu sabor inconfundível faz com que muitas pessoas que visitem Portugal levem para casa garrafas da bebida para tomar em momentos de relaxamento ou antes das refeições.

Ginjinha de Óbidos:  a mais tradicional das bebidas



Óbidos é, provavelmente, um dos locais que tem maior tradição quando o assunto é ginjinha. A cidade confecciona o licor há muitas décadas e sua pequena vilinha tem várias casas que servem a bebida.

Isso se deve ao fato de que Portugal tem, na região Oeste, mais precisamente em Óbidos, as melhores ginjas silvestres da Europa.

Também denominada por “Ginjinha de Óbidos”, esse licor tem um forte sabor e intensamente perfumado. De cor vermelho escuro, o licor apresenta duas variedades distintas: simples e com frutos no seu interior, por vezes aromatizado com baunilha ou canela.


Vale a pena degustar a ginjinha portuguesa. Um copinho é vendido por cerca de 1,5 euros.

Conhecer e explorar Portugal como cidadão é muito mais legal. Fale com a Horizon Portugal e veja como obter a Nacionalidade Portuguesa.

Ler mais notícias