O caminho de Santiago de Compostela é reconhecido como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Uma das rotas mais conhecidas e apreciadas no mundo, é buscada por religiosos e peregrinos. O melhor de tudo é que ela pode ser feita a partir de Portugal, sabia?

Ideal para quem busca autoconhecimento e evolução, essa rota existe desde a Idade Média. Chegar à cidade espanhola partindo de Portugal é uma tarefa que pode ser feita de algumas formas – todas elas muito interessantes.

caminho de Santiago de Compostela

Por que fazer o caminho de Santiago de Compostela



Se você estiver em Portugal e quiser viajar para um pouco mais longe, conhecer Santiago de Compostela, na Espanha, é uma boa ideia. O passeio retrata uma missão de fé e reúne centenas de quilômetros em busca de crescimento pessoal e espiritual.

Com diversas experiências, o caminho pode ser atingido por mais de 100 rotas na Europa. A peregrinação é guiada durante todo o percurso e exige um certo grau de preparo físico, além dos itens certos para a aventura.

direção caminho santiago

Situado na região da Galícia, o caminho de Santiago de Compostela teve início com a crença de que os restos mortais do apóstolo Tiago ali estariam enterrados. Quem chegasse ao local teria seus pecados perdoados.

Fazer esse caminho ajuda muitas pessoas a se encontrarem, praticarem o desapego e o autoconhecimento. O apego ao material também é deixado de lado.

Como chegar a Santiago de Compostela a partir de Portugal



Todos que completam o percurso de Santiago de Compostela ganham uma espécie de “diploma”. A distância mínima é de 100 km para quem vai a pé e 200 km para quem escolhe bicicleta ou cavalo.

Se você estiver em Portugal, especificamente na cidade do Porto, é muito interessante fazer o caminho até Santiago de Compostela. Há, ainda, uma rota alternativa que sai de Lisboa, mas aumenta o percurso da viagem em cerca de 600 km.

A rota original do Porto leva 230 km. A média de dias em caminhada é de sete a 11 dias.

Roteiro do Porto até Santiago de Compostela



Para chegar a Santiago de Compostela saindo do Porto, em Portugal, você passará pelas etapas:

1. Saída da cidade do Porto;
2. Partida para Rates, onde o peregrino deverá cruzar o concelho da Maia, passando também por Vilar do Pinheiro;
3. Em Rates, chegada ao distrito de Braga, e a caminhada continua por Pedra Furada, Carvalhal, até encontrar a cidade de Barcelos;
4. A peregrinação continua por Lijó, Aborim, Sobreiro, Anta, e tem como destino a Ponte de Lima;
Antes de entrar em território espanhol, Valença, passa-se por Labruja, Rubiães, Fontoura e Arão;
Cruzando a fronteira, temos Tui, ponto de partida para muitos peregrinos;
O próximo objetivo está em O Porriño, cidade que surge após passar por Orbenlle;
Agora o foco é chegar em Redondela, após caminhar por Santa Eulália de Mos, Chan das Pipas, ambas muito próximas do Aeroporto de Vigo;
Ao chegar em Redondela, temos um novo ponto de caminhada: Pontevedra. O peregrino deverá chegar ao seu destino após passar por Arcade, Boullosa, Alcouce e Santa Marta de Ganderon;
Cancela é a próxima parada, e passa por Ponte Cabras, Castrado e San Mauro;
A caminhada agora é até Briallos;
5. Após Briallos, Tivo leva até Caldas de Reis;
6. Carracedos e Cernadas são paradas que levarão até Ponte Valga, meio do caminho até a próxima parada em Padrón;
7. Até a próxima parada em Teo, passa-se por Santa Maria de Iria, Romariz, Rueiro, Villar, Escravitude, Santa Maria de Cruces, Areal e Faramello;
8. Em Teo, o caminho segue com pequenas paradas até o destino final, em Santiago de Compostela. Passe por Rua de Francos, Balcaíde, A Grela, Malladoiro, Agro dos Monteiros e Amañecida;
9. Em pouco mais de 2 quilômetros, chegará a Santiago de Compostela.


A escolha por ir a pé ou de bicicleta depende da preferência de cada um. Há, ainda, a opção de cavalo. Em geral, o trajeto leva cerca de 20 dias para ser completado de bicicleta.


Gostou das dicas? Por sua localização, Portugal oferece uma série de opções de lazer e viagens na Europa.

Se precisar de ajuda com a cidadania portuguesa, fale com a Horizon Portugal.

Ler mais notícias