Embora sejam parecidos, o português do Brasil e o português de Portugal têm algumas diferenças. Grande parte delas podem, inclusive, gerar constrangimentos e mal entendidos se não forem bem compreendidas. Conheça algumas expressões portuguesas neste texto.

Por isso mesmo, é fundamental conhecer algumas “pegadinhas” que a língua falada pelos portugueses tem. Assim, quando você visitar a “terrinha”, não será pego de surpresa.



Para te ajudar em sua visita a Portugal, selecionamos algumas gírias comuns no país e que podem te confundir – e muito! Confira:

Não seja um abiscoitado



Abiscoitado, em Portugal, refere-se a uma pessoa sem juízo, irresponsável.

“Este gajo (sujeito) é um abiscoitado.”

Não diga alô ao telefone



Portugueses atendem o telefone dizendo “estou” em vez de “alô”.

Qual é a sua malta?



Malta em português significa “turma”, “galera”.

Português é legal bué



Bué equivale a “muito”. “Estou bué feliz hoje.”

Você tem lata na cara?



Ter lata significa “ter coragem”, “ousadia”. No Brasil, pode ser equivalente a “ter cara de pau”.

Cuidado com os piropos!



Piropo, em Portugal, equivale a “xaveco”, “cantada”. Por isso, se alguém te der um piropo, não se ofenda.

Grave e brutal não são ruins



Em Portugal, os termos “grave” e “brutal” referem-se a “muito”.

Na frase “bebi grave. Esta noite foi brutal”, a pessoa apenas quis dizer que teve uma noite intensa e animada.

Descalce as botas para uma vida feliz



Descalçar as botas significa resolver um problema. Seria o equivalente a “descascar um abacaxi” aqui no Brasil.

Aguentando nas canetas



Alguém que não se aguenta mais nas canetas é uma pessoa que está muito cansada.

Fixe pra caramba



“Fixe” e “giro” são dois termos utilizados para se referir a algo bom.

Na frase “este gajo é muito fixe”, a pessoa quer dizer que “este cara é muito legal”.

E você? Conhece algum outro termo com significado diferente em Portugal e no Brasil?

A Horizon Portugal é uma empresa que realiza todos os trâmites da sua cidadania portuguesa ou visto em Portugal.

Ler mais notícias