Uma das Sete Maravilhas de Portugal e Patrimônio da Humanidade segundo a UNESCO, o Mosteiro da Batalha merece ser visitado!

Com uma arquitetura que se assemelha a um trabalho rendado, ele foi construído no século XIV. Localizado na região do Centro, é obra do rei D. João I.

Sua origem se deve à comemoração da vitória sob os castelhanos na Batalha de Aljubarrota. Por isso, o nome Mosteiro da Batalha.

Mosteiro da batala


O que fazer no Mosteiro da Batalha



Essa obra-prima do estilo gótico português tem visita gratuita apenas na região da nave central. Ali, há diversos túmulos reais, além do Claustro Real, localizado no interior do mosteiro.

Na parte de trás do Mosteiro é possível encontrar as Capelas Imperfeitas. Esse mausoléu com sete capelas a céu aberto não foi concluído. Suas paredes, que parecem rendas em pedra, recebem Dom Duarte e sua esposa.



Se você estiver fazendo um passeio por Nazaré e Fátima, por exemplo, vale a pena conhecer o Mosteiro da Batalha, que fica bem perto.


Como chegar no Mosteiro da Batalha



O ideal é ir de carro, mas existe um ônibus direito de Lisboa para lá. A rodoviária da cidade fica a 300 metros do monumento. Excursões também são uma alternativa.

Se você for visitar também o Mosteiro de Alcobaça e o Convento de Cristo vale a pena comprar o “Bilhete conjunto Rota do Patrimônio”, que custa 15 euros.

Para quem deseja visitar o interior do Mosteiro, o valor é de 6 euros. Grátis aos domingos e feriados até as 14h.
Informações podem variar sem aviso prévio.


É descendente de portugueses? Com a Horizon você pode solicitar a sua cidadania portuguesa na avenida Paulista, em São Paulo.

Ler mais notícias