Portugal é um país cheio de riquezas. Elas estão presentes na gastronomia, nas artes, na produção de vinhos e azeites, nas lindas praias e também no cinema, sabia?

 

Embora não figure entre os celeiros de produção de grandes obras-primas, o país tem produzido, nos últimos anos, filmes que se destacam pela qualidade da produção e enredo.

 

 

Para quem gosta de cinema, conhecer um pouco da qualidade cinematográfica de Portugal é uma ótima pedida! Por isso, listamos, a seguir, alguns filmes produzidos a partir de 2007 para você se inspirar.

 

 

“Call Girl” (2007), de António-Pedro Vasconcelos

 

Gênero: Policial

Com influência política, este filme é considerado uma obra-prima de António-Pedro Vasconcelos. Nele, a garota de programa Maria é contratada para seduzir Meireles, presidente da Câmara de Vilanova e investigado por corrupção, para que ele autorize um empreendimento. O problema é que um dos policiais tem uma relação misteriosa com a “isca”.

 

 

“Aquele Querido Mês de Agosto” (2008), de Miguel Gomes

 

Gênero: Documentário e ficção

Em agosto, em meio a emigrantes de volta a Portugal, festas e música, há uma equipe de filmagem sem dinheiro. Em meio a isso, pai, filha e primo retornam para casa, no coração das montanhas do país, para compartilhar o amor pela música.

 

“A Zona” (2009), de Sandro Aguilar

 

Gênero: Drama

Esse filme enigmático em que todos as personagens enfrentam a perda de alguém que lhes é próximo mostra que cada um lida com a situação de forma diferente. A imagem e o som são primordiais e até dispensam os diálogos.

 

“Pare, Escute, Olhe” (2010), de Jorge Pelicano

 

Gênero: Documentário

O assunto central desse filme é a Linha do Tua, que corria o risco de ficar submersa pela construção da Barragem do Foz-Tua. Jorge Pelicano aborda o despovoamento do interior de Portugal, mostrando as pessoas – quase todas idosas – que teimam em viver na região, em resistir ao esquecimento e ao desprezo do poder.

 

 

“Sangue do meu Sangue” (2011), de João Canijo

 

Gênero: Drama

Esse filme aborda uma tragédia de incesto em uma família de um bairro social de Lisboa. Nele, Marcia tem um plano para tirar sua família da pobreza, mas tudo é colocado em risco pelo romance de sua filha com um professor casado e pela ligação de seu filho com o tráfico de drogas.

 

“Os Maias” (2014), de João Botelho

 

Gênero: Drama

Um dos maiores romances da literatura portuguesa, em grande parte passado na Lisboa do século XIX, foi filmado com maestria por João Botelho. Ao usar muito o texto original de Eça de Queiroz, trata do momento em que Carlos da Maia, um herdeiro famoso por gostar da boa vida, apaixona-se. A partir daí, sua história se mistura à de Portugal com boas doses de tragédia e comédia.

 

“Cinzento e Negro” (2016), de Luís Filipe Rocha

 

Gênero: Drama

Essa história parte de um enorme saco de dinheiro roubado da casa de um morto. A vítima é Maria, traída por seu namorado, David, que foge para uma ilha com o seu dinheiro. Furiosa e ansiando por vingança, ela contrata o inspetor de polícia Lucas para encontrá-lo e capturá-lo.

00

O que acha de se aventurar em terras portuguesas? Solicite o seu visto português com a Horizon.

Ler mais notícias